Cuidados, Dicas e Notícias
É possível ensinar um cachorro a nadar? (29/09/2020)

Não só dá, como é bastante recomendável, também como uma das saídas de prevenção de afogamentos. Então, quando puder, incentive seu cão, leve pra perto da piscina e comece a treiná-lo o quanto antes.

O processo exige paciência, principalmente se o seu cão mostrar medo. Comece levando o pet no colo, bem devagar, de preferência não deixando ele olhar para a piscina, acariciando ele de modo que esteja bem calmo quando tocar a água.

É nesse momento que ele vai associar essa calma e esse cafuné ao fato de estar entrando na piscina, a um momento de relaxamento e diversão com você. Aos poucos, vá boiando e apoiando ele na superfície na água e observando seu comportamento até perceber o momento certo de soltá-lo, sem que ele perceba que está se separando de você.

Este é um verdadeiro processo de gravação mental de comportamento, funcionando como dicas simples e perspicazes de lidar com os bichinhos. Mas se você identificar mais dificuldades ou resistências do pet com as quais você não consegue lidar, procure a ajuda de um adestrador. Eles estão mais do que equipados para lidar com medos e outros comportamentos do seu cão na água e poderão ensinar fundamentos de natação mais elaborados.

Quais raças mais adeptadas e menos adeptas de uma boa piscina?

Os nadadores natos são: Poodle, Terra Nova, Setter Irlandês, Cão D’água Português, Cão D’água Americano, Cocker Spaniel, Golden Retriever, Labrador Retriever, Duck Tolling Retriever e Chesapeake Bay Retriever.

Já os cães que menos curtem água ou têm até medo dela são os que possuem patas curtas, cabeça grande ou corpo pequeno e pesado. São eles: Pug, Pequinês, Shih-tzu, Daschhund, Bull Terrier, Basset hound, Buldogue Inglês, Buldogue Francês, Buldogue Americano e o  American Staffordshire.

Assine nossa Newsletter
Mapa do Site