Cuidados, Dicas e Notícias
Especialistas alertam sobre a importância dos cuidados com a pelagem dos animais (06/04/2020)

Escovar os pelos do seu pet não é apenas uma forma de deixá-lo mais bonito. A importância desse cuidado vai além da estética, isso porque a pelagem dos cães e gatos também tem a função de proteger a pele, sendo essencial para mantê-la saudável.

Segundo especialistas, uma pele saudável, além da nutrição e outros fatores, também depende de uma pelagem tratada de maneira adequada, ou seja, aquela que recebe cuidados regularmente. Esses cuidados evitam embaraços e até problemas maiores, como a proliferação de fungos, bactérias e outras doenças de pele.

Muitas vezes o tutor não sabe como escovar o cão em casa, não leva para uma manutenção no banho e tosa e acaba ocasionando diversos nós. Esse é um dos erros mais comuns. O segundo são problemas dermatológicos porque dão banho em casa e não sabem como escovar e secar o cão corretamente.

Para os profissionais do ramo, os principais cuidados que contribuem para a saúde dos pelos dos animais são a escovação e remoção de subpelo, mas vale um alerta: cada raça tem sua peculiaridade, portanto uma necessidade de manutenção diferente.

Os cães de pelagem longa, por exemplo, necessitam de uma manutenção mais frequente, que inclui escovação três vezes por semana. Já os cães de pelo curto e semilongo também precisam de escovações semanais e, em alguns casos, precisam ter seu subpelo removido, principalmente na troca de pelagem sazonal.

Os gatos têm o hábito de se lamber, um ato de autocuidado, porém a groomer explica que é importante a remoção do subpelo para renovar a pelagem e evitar o incômodo dos pelos caindo pela casa em determinadas épocas do ano. Os gatos de pelo longo, assim como os cães, precisam ser escovados para evitar os nós, mesmo havendo o autocuidado, além da tosa higiênica.

Banho e tosa

Dar banho nos pets também faz parte dos cuidados com os pelos. Segundo Natalia, os cães mais peludos podem passar pelo procedimento semanalmente e o gato não tem essa necessidade com tanta frequência. Independente da espécie, o importante é que o tutor verifique no salão de estética que leva o seu pet ou utilize produtos de qualidade e a técnica adequada de banho e secagem de acordo com a raça e o tipo de pelo.

Já a tosa, explica a groomer, é uma aposta para o pet que possui pelo longo e volumoso, para os tutores que não têm disponibilidade de escovar o pet com frequência, mas não pode haver exagero, pois a pelagem funciona como proteção e é responsável por manter a temperatura corporal em equilíbrio, tanto no verão como no inverno.

Assine nossa Newsletter
Mapa do Site