Cuidados, Dicas e Notícias
Como tornar dois cachorros amigos? (10/02/2020)

Muitos tutores ficam em dúvida sobre adotar ou não um novo peludo quando já possuem um cãozinho em casa. Até porque é muito comum encontrar cães que não se dão bem com outros animais, mesmo que da mesma espécie. Mas, afinal, é possível tornar dois cachorros amigos?

Quando se trata de um cão doméstico, muitos chegam à casa dos tutores com dois ou três meses de idade. Essa é a chamada primeira fase do medo. O período é crucial para mostrar ao cão o que ele deve temer e quais situações podem ser muito agradáveis. Isso inclui o convívio com outros cachorros e pessoas!

Quando um animalzinho não recebe os estímulos sociais necessários nos primeiros meses de vida ou quando ele tem experiências traumáticas, o mais provável é que ele se torne antissocial. E nisso mora a dificuldade de intorduzir um novoo bichinho ao seu território.

Cachorros amigos: socialização passiva x socialização ativa

Para promover a socialização canina, é importante que o ele tenha contato com outros cachorros e pessoas, ainda filhote. Porém, engana-se quem pensa que basta passear com ele, deixando-o explorar o mundo sem interferências. Isso, perto do necessário é muito pouco.

Isso porque a ideia de socialização não é apenas acostumar o cão aos estímulos. É importante fazer com que ele aprecie a companhia de outros cachorros. Essa é a principal diferença entre a socialização passiva e a ativa. Na primeira, o animal recebe os estímulos ao acaso, correndo o risco de ter experiências negativas.

Já na segunda, o tutor “cria” esses encontros de forma controlada, associando-os a outros estímulos agradáveis, como brincadeiras e petiscos. Isso faz com que o peludo aprecie a presença de outros cães com experiências boas. Logo, ele passa a se dar bem com eles.

Como apresentar um cachorro para outro

A escolha dos indivíduos, assim como a maneira em que os cãezinhos são apresentados, é muito importante na socialização. O contato com um animal agressivo ou uma interação cercada de broncas e de punições pode ser traumática. Por isso, separamos algumas dicas que te ajudarão a evitar problemas e a garantir uma socialização mais adequada:

- Procure apresentar o filhote somente a cachorros sociáveis e tranquilos. Isso facilita a interação, diminuindo o risco de brigas;

- De preferência, faça a apresentação em locais fechados, tranquilos e longe de outros estímulos que possam assustar os futuros amigos;

- Deixe que os cães se aproximem em seu próprio tempo. Deixe que se olhem e que se cheirem até que se sintam à vontade para brincar;

- Sempre supervisione a brincadeira. Em caso de brigas, faça um barulho alto para distrair os cães e aparte os dois com cautela;

- Evite brigar, não grite e não faça nada que possa contribuir para que ele associe aquele momento a algo negativo,

- Ofereça petiscos e estimule brincadeiras. Isso ajuda seu amigo a associar a presença de outros cachorros a momentos agradáveis.

Próximo passo: como tornar dois cachorros amigos?

Mesmo um cão amigo bem socializado costuma estranhar a chegada de um segundo na casa. Nessa hora, muitos apresentam mudanças de comportamento, como o isolamento. Ele precisa de um tempo para entender e aceitar que há um novo integrante na sua rotina.

Por isso, se você quer descobrir como socializar dois cachorros, saiba que é possível facilitar esse processo seguindo alguns passos, como:

- Respeite suas individualidades. Garanta que cada peludo tenha sua própria caminha, potinho de ração e demais acessórios. Isso ajuda a evitar disputas pela posse desses itens;

- Se possível, adquira difusores de feromônios que ajudam a deixar os bichinhos mais tranquilos em situações novas e possivelmente estressantes;

- Na hora de apresentar um ao outro, prefira um local neutro e promova primeiro o contato visual, por exemplo, deixando que eles se vejam através de um vidro;

- Depois do contato visual, promova o contato físico, mas com barreira (portão, caixa de transporte). Assim, eles conseguirão sentir o cheiro um do outro e se conhecer melhor;

- Com a ajuda de alguém que possa ficar com o cão recém-chegado na coleira, deixe que os dois cachorros interajam. Dependendo de como for esse contato, você poderá soltar os dois e observar como está a interação;

- Por mais que o novato exija atenção, não esqueça de dar muito carinho para o seu primeiro animalzinho;

- Principalmente num primeiro momento, participe e garanta muitos momentos de brincadeiras com petiscos para os dois. Isso fará com que ambos associem a presença do outro a experiências agradáveis.

Caso tenha dificuldade de socializar o mascote com um novo integrante na casa ou com outros cachorros, vale a pena procurar a ajuda de um especialista em comportamento canino. Através de uma ou mais consultas, ele poderá dar dicas de como tornar os cachorros melhores amigos de forma mais rápida e mais eficiente.

Assine nossa Newsletter
Mapa do Site