Cuidados, Dicas e Notícias
Como se deve trabalhar o controle comportamental do cachorro (26/05/2015)

Aprenda identificar a raiz dos problemas comportamentais que você enfrenta com o seu cão. Agora iremos trabalhar para substituir o comportamento ruim por algo positivo. Para isso, você precisa reforçar um comportamento positivo e ignorar o comportamento negativo. Para começarmos, experimente reforçar um comportamento que seu cão tenha facilidade de reproduzir mesmo em ambientes com grandes distrações.

Analise com cuidado o que leva o seu cão a reproduzir o comportamento errado. Por exemplo, um cão que come chinelos costuma tirar alguém do sério e levar algumas broncas por isso. Porém, quando o cão esta brincando corretamente, nenhuma pessoa liga ou cria algum estímulo para positivo para reforçar o comportamento correto. O que temos então é um cão que recebe estímulos somente quando ele come chinelos, logo, ele irá reproduzir este comportamento.

Eliminar o que esta reforçando um comportamento ruim é um passo fundamental para fazer o cão trocar o comportamento ruim por um bom. Em muitos casos, o que ocorre é apenas uma inversão de valores.

Para mudar o comportamento que já se tornou um hábito, você precisa reforçar assiduamente o comportamento adequado. Cães fazem o que eles percebem que funciona.

Na prática

O problema

O Speirs, meu cão, detesta que qualquer pessoa o pegue no colo. Não sei por medo ou algum desconforto causado pelo tamanho dele, gerando insegurança, o fato é que o Speirs detesta ser pego no colo.
Ele não chega a morder para valer, mas faz muito barulho e assusta quem estiver por perto, além de gerar ansiedade no Winters.

O que eu fiz?

Por 10 vezes peguei ele no colo, não me importando com o rosnado ou com a vontade dele.

O que dei em troca e quando?

Um petisco de ração toda vez que ele não rosnava e eu percebia que ele estava relaxado em meus braços.

Fazendo isso eu mostrei que não iria liberar ele apenas por conta do rosnado e mordidas, ao invés disso, dei a ele uma opção, ficar calmo e tranquilo. Assim ele é recompensado e solto.

Com a repetição o cão irá associar este comportamento. Se mais pessoas convivem com o cão, convide para que elas participem ou o cão irá gravar que deve obedecer somente a você.

O mais importante, neste ponto eu não precisei corrigir ou dar broncas como punição. Eu tratei o problema previamente, antes mesmo dele errar e mostrei qual o comportamento que eu esperava.

O problema

Meu cão pula demais quando eu chego em casa.

O que fazer?

Treine a chegada em casa usando uma guia no cão ou algo que impeça que ele possa pular.

Ao chegar, antes de entrar em casa peça para o cão sentar e entre somente quando ele estiver tranquilo. Ao entrar e perceber que o cão esta tomando posição para pular, coloque sua mão na frente dele e sinalize para ele sentar.

Se funcionar, bonifique o cão e repita este exercício mais vezes até estar mais seguro.

Caso o cão esteja muito ansioso, pise na guia para impedir que ele pule até você, quando ele relaxar e sentar, bonifique o cão e reforce este comportamento.

O que dou em troca?

Lembre-se, o petisco deve ser algo que ele goste muito ou diferente da ração que você fornece todos os dias para ele.

 

Legal? Então agora você consegue pensar e criar um comportamento positivo que substitui o comportamento errado.

Fonte: petiko.com.br
Assine nossa Newsletter
Mapa do Site