Cuidados, Dicas e Notícias
Pets também podem ter otites por má higienização (05/04/2015)

As orelhas dos animais são tão sensíveis quanto às dos humanos  e os cuidados durante o processo de higienização é um dos fatores importantes para manter a saúde e bem estar dos pets, especialmente evitando inflamações.

A otite é um problema que tem diversas causas, podendo estar relacionado à limpeza das orelhas dos animais em casa e também em pet shops.

A médica veterinária Amanda Sonnewend afirma que tal inflamação causa dores nos cães e nos gatos e, quando não é bem tratada, pode evoluir para a perda da audição dos animais. “Cães com orelhas caídas (pendular) ou com excesso de pelos estão mais propensos a ter inflamação o que pode causar muito desconforto”, explica a veterinária, que continua: “A higienização é sempre importante, mas deve ser feita de forma correta, quando se deve evitar que o jato de água atinja o canal auditivo. Ainda a orelha também precisa ser muito bem seca após o banho, pois a umidade propicia o desenvolvimento da otite e facilita a proliferação de microrganismos como bactérias, fungos e parasitas”.

A observação do comportamento dos pets pode ser um pré-diagnóstico. A dica de Amanda é que os donos dos animais reparem os sinais de seus bichos para que eles recebam os tratamentos adequados o quanto antes. “Quando há um início de otite, cães e gatos chacoalham muito a cabeça ou coçam exageradamente as orelhas. Alguns apresentam secreções, vermelhidão e desenvolvem um odor mais forte do que o normal”, explica a veterinária, que diz também que, em casos muito graves, o animal pode apresentar desorientação e desequilíbrio, caracterizados por sinais neurológicos.

Quando a doença se instala, para que o tratamento seja eficiente é necessário que seja feita a higienização correta com medicamentos que removam as secreções. Após a higienização, a profissional lembra a necessidade de se aplicar um medicamento que alivie as dores no local e combata a causa da otite. “Mas vale lembrar que o diagnóstico preciso sobre a inflamação deve ser dado apenas por um profissional veterinário”, reitera Amanda, que completa: “O importante é estar atento aos sinais dos pets e cuidar deles sempre que observar mudança de comportamento. Isso gerará bem-estar, saúde e longevidade ao bichinho de estimação”.

Assine nossa Newsletter
Mapa do Site