Cuidados, Dicas e Notícias
5 dicas para montar uma árvore de natal à prova de gato (24/12/2019)

Seu gato fica fascinado pela sua árvore de Natal? Ele fica tão intrigado que a escala e bate nos penduricalhos e enfeites? Talvez ele até já tenha chegado perto de derrubar a árvore inteira! Manter seu gato curioso longe da árvore de Natal é uma boa ideia para todos os envolvidos, pois evita que o gato se machuque e diminui o risco de danos às pessoas e aos objetos próximos da árvore.

1. Comece com sabedoria
Considere o tipo de árvore a ser usada na decoração. Árvores de Natal de verdade (pinheiros) são muito mais perigosas para o gato do que as artificiais. Isso porque os espinhos da árvore de verdade são afiados e podem furar a pele de um gato curioso demais. Além disso, os espinhos de pinheiro são, por si só, irritantes e tóxicos se mastigados (dependendo da espécie da árvore). Da mesma forma, mastigar uma árvore artificial não é tão saudável; por isso, equilibre os seguintes fatores: a escolha do tipo de árvore e a forma como você pretende manter a árvore longe do gato. Para isso, siga os próximos Passos.

Pense no tamanho da árvore. Uma árvore pequena é mais segura do que uma árvore grande, pois menos objetos quebrarão se as coisas não se saírem bem. Caso o gato em questão seja filhote, uma árvore de mesa é a escolha adequada até que ele cresça e deixe de ser tão curioso.

2. Escolha uma base forte e sólida para segurar a árvore
Cautela nunca é demais quando se seleciona a base da árvore; escolha uma que permaneça firme no lugar. Isso é importante também para a segurança das crianças. Peça informações ao revendedor sobre as opções disponíveis na loja.

Mesmo a árvore artificial deve ter uma base firme e sólida. Use uma saia de árvore para esconder medidas de segurança na base da árvore. Apesar de a base sólida evitar acidentes, é bom prender a árvore na parede ou no teto para impedir que ela caia caso seu gato puxe ou pule nela.

3. Escolha um local seguro para a árvore
Reserve bastante espaço ao redor da árvore para que ela não fique muito perto de objetos que o gato possivelmente escale. Se houver prateleiras ou mobílias que sirvam de trampolim, é muito provável que o gato se aproveite delas para saltar até a árvore. Coloque a árvore num espaço vazio para dificultar ou impossibilitar esses saltos.

Se possível, monte a árvore em um local que possa ser fechado à noite ou quando não houver ninguém para manter o gato longe da árvore. Obviamente, isso nem sempre é possível; porém, se for uma opção, aproveite.

4. Considere a possibilidade de não decorar a árvore no início
A lógica por trás disso é dar um tempo para ajustar a árvore, assim como fazer seu gato aprender a deixar a árvore em paz. Ele investigará a árvore e se acostumará com a presença dela, antes que ela esteja decorada. Tente ser firme e dizer NÃO sempre que ele tentar tocar na árvore. Aos poucos, vá decorando a árvore. Alguns enfeites por dia, assim será mais fácil do seu gato não notar a mudança brusca e talvez não gere interesse.

Alguns enfeites serão irresistíveis porque brilham, piscam, balançam e se acendem. Por outro lado, existem enfeites mais discretos, menos brilhantes ou mais foscos. Objetos que não balançam muito também serão menos atraentes para o animal. Feltro, papel e decorações simples são a melhor escolha. Além disso, evite tudo que balança ou gira muito.

Prefira os dois terços superiores da árvore. É menos provável que o gato alcance as partes mais altas da árvore. Isso ajudará a manter esses objetos em segurança. Ouropel, se usado, deve ser colocado no alto, uma vez que pode ser arrastado por um gato curioso e, como já mencionado, se for ingerido, pode ficar preso no estômago ou no intestino.

9. Cuidado com fios elétricos e lâmpadas
A árvore de Natal fica completa quando as luzes se acendem, mas os fios podem ser tentadores para um gatinho curioso. Passe uma fita para esconder os fios e evitar que o gato alcance a fonte de energia ou as tomadas. Não deixe fios pendurados – enrole-os ao redor da base ou da árvore. Também é útil cobrir os fios expostos com capas de fios ou tubulações para evitar que o animal os mastigue.

Conecte as luzes da árvore a uma extensão coberta e prenda-a na tomada com fita isolante. Para desligar, tire a extensão da tomada. Prefira fios que interrompem a corrente automaticamente quando danificados. Sempre desligue as luzes da árvore de Natal quando não houver nenhum adulto responsável na sala.

Fonte: catclub.com.br
Assine nossa Newsletter
Mapa do Site