Cuidados, Dicas e Notícias
Cães podem ter tendências otimistas e pessimistas (20/06/2012)
Um recente estudo descobriu que alguns cachorros são mais deprimidos, enquanto que outros são mais bem dispostos. A pesquisa, publicada na revista científica Current Biology, analisou 24 cães em dois centros de animais do Reino Unido, concluindo que o temperamento dos cachorros está relacionado com seu comportamento quando separados de seus donos. “Sabemos que os estados emocionais das pessoas afetam seus julgamentos e que pessoas felizes provavelmente julgam uma situação ambígua de maneira positiva”, comenta o professor Mike Mendl, autor do estudo e também Presidente do departamento de bem-estar e comportamento animal da Universidade de Bristol, na Inglaterra. Para avaliar a psicologia canina, os pesquisadores treinaram cachorros para reconhecer que tigelas de um lado do quarto continham comida, enquanto as do outro lado estavam vazias. Eles então colocaram as tigelas em locais “neutros” entre os dois lados. Como pessoas felizes que tendem em ver o lado positivo de cada situação, os cachorros otimistas corriam em direção à tigela, na expectativa de encontrar comida. Já os cães pessimistas hesitaram ou correram mais devagar. “O que nosso estudo mostra é que isso se aplica de forma similar aos cachorros”, afirma. Ainda, durante a pesquisa, se observou que os cães com tendências otimistas ficaram mais calmos quando deixados sozinhos, certos de que seus donos voltariam, enquanto os cachorros pessimistas pareciam mais propensos a se preocupar, latir e se comportar mal. Cerca de metade dos 10 milhões de cachorros do Reino Unido mostram um comportamento “relacionado à separação” em algum ponto, de acordo com Mendl. “No entanto, apesar de se livrar da ansiedade dos cachorros ou ignorá-la, os donos devem reconhecer que seus cachorros podem sofrer de questões emocionais, buscando tratamento para eles”, termina o autor do estudo.
Assine nossa Newsletter
Mapa do Site